in

Novo App Auxílio Brasil 2022: veja como fazer o cadastro para receber

O Auxílio Brasil será pago a 17 milhões de brasileiros a partir da próxima semana.

O governo federal confirmou a inscrição de 2,7 milhões de famílias no programa desde de janeiro de 2022, já que o benefício do ano passado foi limitado às que já eram integrantes do Bolsa Família.

Com essas informações, muitos brasileiros querem saber como se inscrever no Auxílio Brasil 2022.

Em primeiro lugar, é preciso esclarecer que o governo não estabeleceu um prazo para inscrição no Auxílio Brasil.

As novas famílias que foram aprovadas para participar do programa já eram elegíveis para receber o antigo benefício (Bolsa Família), mas estavam na lista de espera do programa no ano passado.

Agora, com a ampliação do orçamento de 2022, o governo afirma que foi possível eliminar essa fila e expandir o Auxílio Brasil para novos grupos.


Caixa Tem: Veja como pedir até R$ 1.000 no app


As novas famílias do Auxílio Brasil já faziam parte do cadastro único e cumpriram as regras do novo programa social, dois pontos essenciais para ter direito ao benefício.

Ao longo do ano, a Secretaria de Cidadania continuará analisando a base cadastral mensalmente para incluir novas famílias. Portanto, os cidadãos devem respeitar os requisitos para participar do programa.

Regras do Auxílio Brasil em 2022

Para participar do programa Auxílio Brasil em 2022, a família deve estar cadastrada no Cadastro Único (CadÚnico). e se enquadrar em uma das faixas de renda determinadas pelo governo. O Auxílio Brasil pode receber:

Família em extrema pobreza: Família com renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até R$ 105,00;
Família em situação de pobreza: Nessa situação devem as famílias ter renda familiar per capita mensal entre R$ 105,01 e R$ 210,00;

Famílias em Emancipação Regra: Famílias já participantes do programa e cuja renda ultrapasse a linha de pobreza (R$ 200) permanecem por mais 2 anos no Auxílio Brasil , desde que a renda mensal per capita da família não ultrapasse duas vezes e meia a linha de pobreza, ou seja, R$ 500,00.

O governo ressalta que o ingresso no CadÚnico não é para admissão imediata no Auxílio Brasil leva. A matrícula familiar depende de questões orçamentárias e de atualização de informações no banco de dados.

Famílias com dados inconsistentes no Cadastro Único podem ser impedidas de ingressar no programa até que as inconsistências identificadas sejam sanadas.

Uma vez que a família tenha sido selecionada como membro do Auxílio Brasil, ela deve atender a determinadas condições para continuar recebendo o benefício.

O não cumprimento desses critérios pode resultar na saída das famílias do programa a qualquer momento. Veja quais são as condições:

  • No caso de gestantes, participação nas consultas de pré-natal conforme cronograma preconizado pelo Ministério da Saúde (MS);
  • Participação em atividades educativas oferecidas pelo MS Aleitamento Materno e alimentação saudável com inclusão de lactantes Mães (mães que amamentam);
  • Manter a carteira de vacinação atualizada de crianças de 0 a 7 anos;
  • Acompanhar a saúde de mulheres de 14 a 44 anos;
  • Garantir uma taxa mínima de matrícula escolar de 85% para crianças e jovens de 6 a 15 anos e 75% para jovens de 16 a 17 anos.

Outros Benefícios que você pode ter direito:

Auxílio Gás: pagamentos já iniciaram

Retroativo do auxílio Emergencial de até R$3.000

R$1.000 liberados no APP Caixa Tem


Como consultar a lista do Auxílio Brasil

Após verificação pelo beneficiário , o que é necessário para participar do programa social, ele pode fazer uma consulta através do CPF para saber se está apto a receber o Auxílio Brasil.

A assessoria de benefícios está disponível por meio do aplicativo Auxílio Brasil, lançado pela Caixa Econômica Federal.

Alguns beneficiários ainda têm dúvidas sobre a possibilidade de consultar o Auxílio Brasil por meio da Dataprev.

A empresa de tecnologia ainda não disponibilizou um site específico para o novo programa de suporte.

O site ainda ativo – https://consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta/ – é apenas para consultas emergenciais.

Valor do Auxílio Brasil em 2022

O valor do Auxílio Brasil varia de acordo com a composição de cada família. No entanto, no ano passado o governo federal estipulou que até dezembro de 2022 todas as famílias devem receber o valor mínimo de R$ 400 por mês.

A mensalidade é calculada após cada atuação que compõe o Auxílio Brasil. Veja quais são os benefícios e seus valores:

Benefício Primeira Infância (BPI): Pagamento por filho de R$ 130,00 para famílias com filhos de 0 (zero) a 36 (trinta e seis) meses incompletos.

Composição do Benefício Familiar (BCF): pago por pessoa em um alíquota de R$ 65,00 para famílias com gestantes e/ou pessoas entre 3 (três) e 21 (vinte e um) anos.

Benefício de Superação da Miséria (BSP): o valor do benefício é determinado no calculado individualmente. Sua família receberá o valor necessário para romper a linha de extrema pobreza, que é de R$ 100,00 mensais por pessoa.

Além desses benefícios, o programa também paga o Benefício Compensatório de Transição (BCOMP), que é concedido às famílias do Programa Bolsa Família que, após a migração do Bolsa Família para o Auxílio Brasil, sofrerão redução no valor total dos benefícios recebidos do Programa.

Há também serviços complementares que podem chegar a até R$ 1.000. Veja os valores:

calendário do auxílio 2022

Como consultar o status do Cadunico?

Caso a família já possua cadastro no Cadunico, a consulta pode ser feita online pelo aplicativo Meu CadÚnico ou pelo site Meucadunico.cidadania.gov.br. A plataforma oferece, além da emissão do comprovante do Cadastro Único, a consulta de dados da família.

As mesmas informações podem ser acessadas por meio do aplicativo Meu CadÚnico, que pode ser baixado gratuitamente nas plataformas Google Play (Android) e App Store (iOS).

Outra forma de consultar o CadÚnico sobre o CPF é acessando o site da Caixa – www.cadastrounico.caixa.gov.br. A assessoria também está disponível pelo telefone 0800 707 2003.

A ligação é gratuita e o serviço está aberto de segunda a sexta-feira das 07:00 às 19:00 e aos fins-de-semana e feriados das 10:00 às 16:00.

Caso o cadastro familiar esteja desatualizado, a correção das informações deve ser realizada pessoalmente por meio de entrevista com o setor responsável pelo CadÚnico em sua cidade.

A atualização cadastral do CadÚnico deve ser obrigatória a cada dois anos ou quando a composição familiar, mudar de endereço ou classe de renda.

Aqui estão alguns exemplos onde o cadastro da unidade pode precisar ser atualizado:

  • nascimento ou falecimento de um membro da família;
  • um membro se muda para outra casa;
  • mudança de endereço;
  • crianças entrando ou transferência de escola ;
  • Aumento ou diminuição de renda, etc

Calendário Auxiliar para o Brasil em 2022

O novo calendário do programa continuará seguindo a ordem de liberação de pagamento de acordo com o último dígito do Número de Identificação Social (NIS).

Os depósitos são feitos de segunda a sexta-feira com depósito de um dia para cada grupo.

Como nos anos anteriores, o cidadão deve verificar o último dígito da previdência para saber a data em que o benefício será recebido identificação (NIS).

Calendário benefício auxílio Brasil 2022

Depois de verificar o número final do NIS, basta verificar no calendário a data prevista em que o dinheiro cairá na conta.

SAIBA MAIS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

programa vale gás

Auxílio Gás: pagamentos iniciaram, saiba quem tem direito e como sacar

Saiba como assistir Superflix em 2022

Saiba como assistir Superflix em 2022